Pare o mundo que eu quero descer!!

Tem horas que parece que o chão se abre.
Como uma cratera
E draga tudo o que existe de bom
E tudo fica cinza e sem graça

E dá um cansaço
Uma vontade de simplesmente parar com tudo
Sentar embaixo de uma árvore
Respirar profundamente, até sentir o peito estufar.
E ficar lá, no queito e no seguro.

Tem horas que parece que o mundo roda muito rápido
Tão rápido que dá até enjôo
Como se tivessem apertado o forward
E tudo estivesse indo mais rápido do que o meu corpo e minha mente podem aguentar

E aí, tudo o que eu quero é parar
Sair
E deixar tudo correndo
Bem longe de mim

Patricia Alves Bonfim

Anúncios

Poema, prosa ou poesia

Choro.

Não por estar demasiadamente triste ou demasiadamente feliz, somente porque é do ser humano deixar lágrimas escorrerem pelo seu rosto, para desafogar todos os orgãos do seu peito.

Riu.

Não por achar extremamente engraçado ou para ser extremamente simpática, somente porque rir faz parte da vida, e segurar a risada dentro do peito a transforma em algo muito ruim.

Durmo.

Não por sentir sono o tempo todo, ou por estar assim tão cansada. Mas somente porque é necessário.. e é um momento para sentir-se só, estar sozinho com seus própios pensamentos para se certificar que eles não se percam e continuem a ser seus.

Observo.

O quanto é bizarro nosso modo de viver, como as pessoas são tão egoístas e não percebem, como as atitudes contradizem cada vez mais aquilo que todos pregam e que acham tão bonito.

Me revolto.

Com cada mentira que vejo ser contada, com a falsidade que impera entre as pessoas, com a maldita mania do ser humano de julgar o próximo se escondendo de si mesmo.

E Escrevo.

Porque quando escrevo me sinto mais lúcida, me sinto mais eu, minhas idéias, minhas palavras, um jeito de escrever que você pode gostar, ou pode odiar… Eu realmente não me importo… Porque escrever faz eu me sentir uma pessoa sã, alguém que não participa o tempo todo desse sistema, falho, porém funcional, que é o nosso dia-a-dia.

Por: Patricia A. Bonfim
Se deseja copiar, não há problemas, mas, por favor,  referencie o autor.

A nuvem de tag foi embora, yebaaaa!!

A vida não é bela

Texto bem antigo, gosto da sonoridade das rimas dele, escrevi uma vez e nunca mais esqueci.

Se a vida é tão bela,
Não entendo a razão
De corpos ensanguentados
Jogados, caídos no chão.

Se a vida é tão bela,
Não entendo o porquê
Da violência e da descrença
Que vemos na TV.

Se a vida é tão bela,
Para que trabalhar então?
Se preocupar com o futuro,
Com a família e com uma profissão?

Por si só, a vida não é bela,
Só você pode fazê-la ser assim.
Mas se você não acreditar nela
Não há porque acreditar em mim.

Por: Patricia A. Bonfim
Se deseja copiar, não há problemas, mas, por favor,  referencie o autor.

O que é tão forte?

O que é tão forte
A ponto de me deixar triste
Por não estar tão feliz?

O que é tão forte
A ponto de apertar o peito
Fazer-me querer fechar os olhos
Cada vez mais apertados
Só para sentir cada lembrança?

O que é tão forte
Que me faz fazer bico
Que me faz falar como criança
Apenas para fazer vc me olhar e sorrir charmosamente,
como só vc sabe sorrir?

O que é tão forte
Que me faz querer dormir todo o tempo
Só para poder sonhar
Com seu cheiro
Com seu toque?

O que é tão forte?
Descubra…
E quando souber…
me conte…

Por: Patricia A. Bonfim
Se deseja copiar, não há problemas, mas, por favor,  referencie o autor.
Texto feito para o Leo, foi o tempo em que ele ficou em Curitiba, foram seis meses bem complicados.

Olhar para frente?

Olhe para frente.

O que você procura?

Algo que você não pode mais ter?
Tempos que não podem mais voltar?
Sentimentos que teimam em não cessar…

Reflita.

Há coisas lá nas quais você prefere não acreditar.
Pessoas que você sabe que desaparecerão
Objetos que se quebrarão.
Lembranças que machucarão.

Feche os olhos.
Abra-os novamente.
Vê algo?
Force suas vistas… tenho certeza de que há alguma coisa…

O que ficará?
Depois te tempos de decepção
Alegrias,
Multidão,
Solidão..
Amigos,
Namorados,
Queridos e
Inimigos

Não se desespere… também não consigo ver…
Não sei o que acontecerá…
Na verdade não sei, e talvez não queira saber…

Certezas são impossíveis
Embora cismem em acreditar que o impossível é que não possa acontecer.

Mas não tenha medo…
É ele que faz de você fraco
Que faz você querer enxergar…
Que faz você acreditar em algo que simplesmente não existe
Ou que faz você acreditar em algo que simplesmente AINDA não exista

Mas relaxe
E não se desespere… pois também não consigo ver…
Também não sei o que acontecerá…
É, na verdade não sei, e talvez nem queira saber…

Mas pense assim, podemos planejar…
Podemos querer..
Podemos desejar…
E se vc desejar estar comigo… Também desejarei estar com você…

Por: Patricia A. Bonfim
Se deseja copiar, não há problemas, mas, por favor,  referencie o autor.
Este foi o primeiro texto que escrevi para o Leo, especificamente para ele, significa muito, é minha mudança de vida, de pensamentos, de comportamento… sou eu apaixonada, amando muito mais do que eu poderia imaginar…